Curso ‘Ética e Urbanidade’ tem início na Alepe

TURMA – Primeira etapa foi para funcionários  de conservação e limpeza. Foto: Nando Chiappetta

A Alepe deu início ontem ao curso “Ética e Urbanidade no Ambiente de Trabalho”, organizado pela Escola do Legislativo (Elepe). Voltado para os servidores da Casa, a capacitação tem como objetivo cultivar relações interpessoais saudáveis, promover um ambiente de trabalho respeitoso e assegurar a aplicação dos princípios éticos em todas as situações. Dividido em três turmas, o curso seguirá nos dias 17 e 25, sempre realizado no auditório Ênio Guerra, das 9h às 13h. 

Na turma de ontem, reuniram-se os servidores da conservação, limpeza e manutenção da Casa. “Estou adorando a aula. Estamos conhecendo mais sobre nós mesmos e botando em prática tudo que aprendemos aqui” compartilhou a servidora Cynthia Vanessa.

Dinâmicas

A palestrante Joselma Gomes foi responsável pela capacitação. Utilizando-se de dinâmicas interativas e momentos onde os colaboradores puderam trocar experiências e vivências, ela estabeleceu objetivo principal da ação de maneira didática. “Além de engajar toda a equipe, queremos que todos conheçam os valores, tenham um entendimento do que é um comportamento ético nas organizações” ressaltou Joselma.

Superintendente-geral da Alepe, Isaltino Nascimento confraternizou com os funcionários, reforçando a importância do curso: “Todo esse trabalho é voltado para os setores que atuam aqui na Casa, construindo um interesse deles no fortalecimento do conhecimento, na integração do trabalho no dia a dia. Assim, a gente garante que os servidores estejam mais estimulados e com uma condição melhor de atender a população” destacou Nascimento.

Campanha Imuniza Alepe distribui vacinas para os servidores, funcionários e colaboradores

PREVENÇÃO – Voltada aos colaboradores da Casa, ação ofereceu vacinas contra Covid-19 e Influenza. Foto: Nando Chiappetta

Entre os dias 11 e 13 de junho, a Assembleia Legislativa promoveu mais uma edição da campanha “Imuniza Alepe”. Realizada em parceria com a Secretaria de Saúde do Recife, a ação é voltada para os colaboradores da Casa, e, desta vez, ofereceu vacinas contra a Influenza (gripe) e Covid-19. Ao longo dos três dias, mais de 300 pessoas foram imunizadas.

Presente no local, a deputada Dani Portela (PSOL) celebrou a iniciativa, pontuando os benefícios da ação de saúde. “Nós saímos de uma pandemia onde o Brasil, que era referência mundial em campanhas de vacinação em massa, voltou para números assustadores. Pessoas não vacinando suas crianças, por exemplo, devido ao negacionismo e à falta de conhecimento. Então, é muito importante que a Assembleia Legislativa, que é a Casa do Povo, desenvolva medidas nesse sentido” defendeu a parlamentar.

“Essa ação da Alepe é importante para poder proteger as pessoas. Eu acabei de me vacinar, estou muito feliz de participar dessa campanha e também de ser atendido pelas pessoas que estão cuidando da saúde do povo que veio até aqui, a Casa de todos os pernambucanos”, parabenizou o deputado Mário Ricardo (Republicanos).

Atendimentos

A estagiária de enfermagem Erika Breuel, reforçou a importância do grande número de pessoas imunizadas: “É um sentimento de gratidão, por todos terem aderido à campanha. Fomos aos gabinetes, conseguimos aderir muitas pessoas, o que é muito importante já que a procura pela imunização anda muito baixa, tanto a vacina da Influenza quanto a do Covid-19. Foi bem acima do que a gente esperava”, destacou.

Yasmin de Oliveira, servidora da Alepe, participou da campanha e destacou a praticidade que ela oferece: “A gente passa mais tempo aqui do que em casa, então trazer essa ação para cá facilita muito. Não precisamos sair, o que sempre dificulta porque não temos tempo. Então trazendo a imunização para cá, temos acesso aos serviços de saúde e vacinas”, reforçou.

Também colaboradora da Assembleia, Poliana Silva tomou ambas as vacinas oferecidas (Covid e Influenza). Ela enfatizou o quão importante é poder se prevenir: “Isso aqui ajuda muito, é sempre bom auxiliar o próximo. Temos o benefício do atendimento e ainda ajuda as pessoas, o que é o mais importante”.

Oficina de Fotografia é oferecida aos servidores da Alepe

AÇÃO FORMATIVA – A oficina é gratuita e, além dos servidores da Alepe, aberta ao público externo. Foto: Bruno Souza

A Assembleia Legislativa deu início, nesta quarta (21), à primeira edição da Oficina de Fotografia com Smartphone. Facilitada por Roberto Soares, fotógrafo que integra a equipe da Superintendência de Comunicação da Alepe (SCOM), a atividade tem como objetivo capacitar os participantes a utilizarem a câmera do celular para produção fotográfica. A ação é uma iniciativa capitaneada pela Escola do Legislativo de Pernambuco (Elepe) e conta com 80 inscritos.

Com 12 horas-aula, o curso prevê abordagem dos princípios básicos do manuseio da câmera e os conceitos fundamentais para produção de imagens no celular, como captura, composição, enquadramento, luz, sombra, edição e compartilhamento. A intenção é sensibilizar e desenvolver o olhar fotográfico.

“O propósito da oficina é oferecer às pessoas uma ideia mais globalizada do que é fotografia. A partir do uso de um smartphone, utilizar a câmera do celular como instrumento de produção de informação e conhecimento”, disse Roberto Soares, responsável pela ação formativa.

Superintendente-geral da Alepe, Isaltino Nascimento destacou a importância da atividade para toda a Comunidade Alepe. “À medida que dominamos essas ferramentas tecnológicas, podemos nos comunicar mais e melhor. Parabéns à Elepe por essa iniciativa e, de antemão, convidamos todos vocês para as demais atividades que serão desenvolvidas em 2024”, afirmou o gestor.

“Como trabalho com rede social e gerenciamento de imagem, é sempre bom manter-me atualizado com tudo o que está em voga na comunicação atualmente. O intuito é sempre melhorar e aperfeiçoar o nosso trabalho no dia a dia”, declarou o jornalista Paulo Victor Moura, assessor de imprensa do deputado federal André Ferreira (PL-PE).

Realizadas no Auditório Ênio Guerra (4º andar, Anexo I), as aulas seguem até o dia 28 de fevereiro, sempre das 14h às 17h. Para mais informações, acesse o perfil da Elepe no Instagram: @escoladolegislativope.

Casa realiza mais uma edição do Imuniza Alepe

Em atenção ao recente aumento dos casos de Covid-19 no estado, a Assembleia Legislativa de Pernambuco realiza, nos dias 20 e 21 de dezembro, mais uma edição da Campanha Imuniza Alepe. Os servidores e demais colaboradores da Casa poderão tomar a segunda dose do imunizante bivalente contra o vírus no posto de atendimento da Superintendência de Saúde e Medicina Ocupacional (SSMO), localizado no hall do Anexo I da Alepe. Serão contempladas pessoas que tenham mais de 60 anos e os imunocomprometidos maiores de 12 anos.

“Ao longo de 2023, aqui na Casa, foram aplicadas mais de 1600 doses. A intenção da atividade é trazer mais serviços para o legislativo estadual para que os servidores não precisem se deslocar para outro ponto de vacinação. Além disso, nós acabamos sendo um agente incentivador para outras repartições públicas”, lembrou Patrícia Amélia, assessora da Superintendência de Saúde e Medicina Ocupacional da Alepe.

PREVENÇÃO – Colaboradores da Alepe poderão tomar a segunda dose do imunizante bivalente contra a Covid-19. Foto: Nando Chiappetta

Uma das pessoas que compareceram ao local para se vacinar foi o deputado estadual Waldemar Borges (PSB). “Parabenizo a Alepe por essa iniciativa, pois é muito importante estimularmos a prática da vacinação entre a sociedade. Passamos, nos últimos anos, por uma tentativa de negacionismo muito forte, quando o ex-presidente da República (Bolsonaro) fazia uma campanha aberta contra a vacinação e precisamos fazer exatamente o contrário”, ressaltou o parlamentar.

Servidor da Alepe lotado na Secretaria Geral da Mesa Diretora, Maurício da Fonte parabenizou a Alepe pela “excelente iniciativa direcionada à saúde dos funcionários da Casa”. “A Alepe vem se tornando uma referência no serviço público do estado na questão da atenção à saúde dos servidores”, complementou Maria Isabel Cabral, funcionária da Comissão de Defesa do Consumidor.

Serviço

A imunização acontece das 8h às 16h e não necessita de agendamento. Para quem não se vacinou em Recife é exigido a apresentação da carteira de vacinação para que seja conferida a regularização das doses. Já para quem se vacinou na capital pernambucana, basta apresentar documento de identificação com CPF.

Servidores da Alepe concluem curso da nova lei de licitações

FORMAÇÃO – O curso é uma parceria entre a Alepe e o TCE-PE. Fotos: Paulo Pedrosa

A Alepe encerrou, na manhã desta sexta-feira (15), o segundo módulo do curso Nova Lei de Licitações. Fruto de uma parceria entre a Escola do Legislativo da Alepe (Elepe) e a Escola de Contas do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), a ação formativa foi ministrada por George Pierre, auditor de Controle Externo do TCE-PE, que tratou sobre licitação de bens e serviços.

Com duas aulas presenciais, o treinamento possibilitou aos participantes aprenderem mais sobre os critérios estabelecidos pela nova legislação de licitações e contratos que, a partir de janeiro de 2024, regulará a Administração Pública em todo o país, extinguindo a atual vigente.

O facilitador da atividade falou da boa recepção dos participantes do curso ao conteúdo programático. “Percebe-se que a Alepe tem um quadro bem estruturado, com um bom conhecimento, que consegue acompanhar o debate. Tenho certeza que os ensinamentos adquiridos aqui contribuirão para fortalecer ainda mais a gestão e estrutura da Assembleia Legislativa”, disse o auditor do TCE-PE.

FACILITADOR – Auditor do TCE-PE, George Pierre comandou o último módulo do curso de Nova Lei de Licitações

Entre as mudanças que entrarão em vigor, Pierre destaca o Plano Anual de Contratações. “É uma das grandes novidades da legislação. A partir dele, teremos dispostas todas as aquisições e serviços que serão contratados pelos órgãos públicos no ano seguinte”, acrescentou.

O superintendente-geral da Alepe, Isaltino Nascimento, ressaltou a importância da capacitação para melhoria da prestação de serviço da Casa Legislativa. “Para nós, é muito positivo o término de mais um módulo, pois a nossa intenção é aprimorar a qualidade do atendimento interno e, consequentemente, atender melhor a população do Estado”, disse Nascimento.

“Essa capacitação permite que conheçamos as novidades legislativas. A ideia aqui é oferecer um serviço de qualidade à comunidade e melhor as  atividades rotineiras dentro da administração”, disse procurador da Alepe, Sílvio Pessoa

Nova regulamentação – A Lei de Licitações e Contratos Administrativos unifica toda a legislação sobre compras públicas em todo território nacional. Com 194 artigos, o marco legal institui uma nova modalidade de contratação (diálogo competitivo), aumenta penas para crimes relacionados a licitações e contratos e exige seguro-garantia para obras de grande porte, entre outros pontos.